Trabalho Foto: Divulgação.

Nos, Tupi or Not Tupi?

Cie R.A.M.a (França)

Esta peça não será nem uma peça de dança contemporânea, nem uma peça de hip hop. Mas um espaço aberto e propicio à experimentação do encontro de tais disciplinas. Um convite a se deslocar: eu (Fabrice Ramalingom) em direção a eles e eles em direção a mim e que este deslocamento crie um espaço de desafio onde à dança não impeça a expressão da intimidade de cada um desses homens, que o virtuoso não os apague, mas que se coloque a serviço da proposta: um testemunho profundo, singular e sincero de três homens, dançarinos talentosos, de sua relação ao corpo, ao outro, ao mundo, ao político, ao íntimo.

FICHA TÉCNICA
Coreografia
 (Coreography): Fabrice Ramalingom. Bailarinos (Performers): Eduardo Hermanson/Renann Fontoura/Tito Lacerda. Assistente e dramaturgo (Assistant and dramatist): Matthieu Doze. Produção (Production): Cie R.A.M.a. Cenário e figurino (Scenery and costume): Thierry Grapotte. Música original (Original music): François Richomme. Iluminação (Lighting): Maryse Gautier. Imagem vídeo (Video image): Jeanne Dosse. Patrocínio (Sponsorship): Festival Montpellier Danse 2017, Gessnerallee Zürich, Théâtre de Nîmes, ICI-Centre Chorégraphique National Montpellier - Occitanie / Pyrénées Méditerranée / Direção Christian Rizzo, Théâtre Paul Eluard de Bezons (em curso). Com o apoio da Ménagerie de Verre dentro do programa StudioLab, Embaixada da França no Brasil, Consulado Francês São Paulo, Consulado Francês do Rio de Janeiro e do Instituto Francês Paris. 

Recife 2 Nov 20:00 Duração: 75 min. Livre. Teatro Apolo Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife. Tel: +55 (81) 3355-3320/3321
English:

This play will not even be a contemporary dance play, neither a hip hop play. But an  open space and conducive to the experimentation of the encounter of such disciplines. An invitation to move :  I (Fabrice Ramalingon) toward them and they toward me and this displacement creates  a challenge space where dance does not prevent the expression of intimacy of each of these men, that the virtuous does not delete them, but that puts itself in the service of the proposal. A deep testimony, singular and sincere of three men, talented dancers, and their relationship with their own body, the others, the world, the politicians and their own inner self.